Sexualidade de cegos

Sexualidade de cegos

arton254-741caAlves de Toledo Bruns, Maria.

Editora Atomo, 2007.

A partir de uma observação profunda sobre a forma em que os adolescentes cegos se relacionam com os não cegos, o modo de se paquerarem e as dificuldades que os deficientes visuais têm nesse momento, nasceu o livro “Sexualidade de Cegos”, da sexóloga e pesquisadora Maria Alves de Toledo Bruns. Fruto de relatos de cegos e portadores de visão, o livro “Sexualidade de Sexos” tem como propósito facilitar e humanizar o conhecimento da sexualidade dos deficientes visuais, ou seja, desconstruir um preconceito ainda vigente na sociedade para dar lugar à inclusão social, afetiva sexual e à qualidade de vida. Um dos temas abordados pela autora são as facilidades e as dificuldades encontradas pelas famílias de jovens cegos ao falar sobre assuntos relacionados a sexo, como gravidez, aborto, doenças sexualmente transmissíveis e libido. A autora acredita ainda, que “o preconceito está diminuindo, porque o momento atual passa pela diversidade sexual. Com o passar dos últimos anos, eles estão demarcando a visibilidade. Os pais saem mais com seus filhos do jeito que eles são. O preconceito, o processo, está sendo diluindo”.



Contenidos relacionados

La imagen en acción

Radulescu, Mihaela. Lima, 2002. El arte propone imágenes como aventuras de conocimiento. Implica en sus recorridos desde la posición del “otro”...

Publicado

¿Te gustó este artículo? Déjanos tus comentarios.